Você está pensando em trocar seu veículo a diesel ou a gasolina por um veículo elétrico? Se estiver, você precisa considerar alguns fatores principais ao comprar um carro elétrico, além dos riscos inerentes à compra de um automóvel novo.

Você pode estar preocupado com o meio ambiente, ou pode simplesmente querer economizar dinheiro em gasolina; os motivos para a eletrificação são numerosos. Sejam quais forem suas motivações, estas considerações o ajudarão a compreender e depois pesar os prós e os contras de comprar um carro elétrico.

electric-car-charging

Sua distância média diária de deslocamento

A primeira pergunta a se fazer é até onde você normalmente dirige em um dia. Isto ajudará a determinar que tipo de carro elétrico seria melhor para você. Se você percorrer apenas uma curta distância, então talvez você consiga se deslocar com um pequeno carro movido a bateria. Entretanto, se sua distância diária de condução for maior, você precisará de um carro com um alcance estendido.

Cada veículo elétrico tem diferentes tipos de vida útil da bateria, que você deve considerar antes de comprar um. O Nissan Leaf e o Fiat 500e têm alcances de cerca de 80 a 100 milhas por carga. Já o Tesla Modelo S chega perto de 300 milhas por carga, dependendo do modelo.

Opções de carregamento

A próxima pergunta a se fazer é que tipo de infraestrutura de carregamento está disponível onde você mora. Nem todos os carros elétricos podem ser conectados ao mesmo tipo de tomada. Antes de comprar um carro elétrico, é importante garantir que o modelo escolhido seja compatível com as tomadas e carregadores de sua área.

Sua conta de eletricidade

Carregar seu veículo elétrico em casa significa que você estará pagando pelo seu uso de eletricidade. A maioria dos proprietários de veículos elétricos carrega seus veículos durante a noite. O lado bom é que você não terá que se preocupar com custos extras durante o dia.

Entretanto, se você quiser um carregador rápido instalado em casa para emergências ou viagens mais longas, isso significa mais consumo de energia e contas mais altas. Se você vive em uma área com baixas taxas de eletricidade, sua conta pode não ser uma grande preocupação. Mas se você vive em uma área com altas taxas de eletricidade, é melhor procurar as opções de cobrança mais acessíveis.

electric-car-recharging-point-sign

Os custos de manutenção e de carregamento do carro

Os carros elétricos não exigem o mesmo tipo de manutenção que os veículos a gasolina ou a diesel. Entretanto, ainda há alguns custos associados à manutenção e carregamento que você deve estar ciente antes de comprar um carro elétrico.

Por exemplo, a maioria dos proprietários de carros elétricos precisa ter uma garagem doméstica para instalar um carregador. Se você mora em um condomínio, você precisa ter certeza de que a garagem tem tomadas elétricas para carregar os veículos.

Se seu carro ficar sem energia, talvez você possa chamar a assistência na estrada se tiver uma situação de emergência e precisar de ajuda para voltar para casa ou para uma estação de carga. Algumas locadoras também oferecem carros elétricos com baterias de longo alcance. Assim você ainda pode fazer viagens na estrada sem se preocupar em encontrar um posto de recarga.

O valor de revenda de veículos elétricos

Uma última coisa a considerar antes de comprar um carro elétrico é o valor de revenda. Os carros elétricos não estão no mercado há tanto tempo quanto os veículos a gasolina ou diesel. Portanto, seus valores de revenda ainda não estão estabelecidos. Entretanto, é provável que os carros elétricos reterão mais de seu valor do que os veículos com motor de combustão tradicional. Isto é devido à crescente popularidade do transporte elétrico e preço decrescente das baterias.

O valor de revenda de veículos elétricos pode ser mais importante do que você pensa. Principalmente se você estiver considerando alugar um veículo elétrico em vez de comprar um veículo elétrico.

Os carros elétricos podem ser mais caros que os tradicionais, é verdade. Mas também podem significar uma economia de dinheiro a longo prazo, reduzindo os custos de combustível e as despesas de manutenção.